Teu Nome

Possibilidade pulsante
Em forma incerta
A dor que insiste
Faz alma deserta

O vazio cria espaço
Impele o movimento
A fome pede mais,
Nasce o tormento

Dor e prazer
Fusão e confusão
Já não há o motivo,
Jaz a propulsão

Formas que buscam
Seu complemento achar
Dissolução que traz Vida ao mar
Possibilidade ainda pulsa
Ainda que doce e pequena
Liberdade da criação
Teu nome é Thelema.


Autora: Soror Ravendra Rohinila