Reigião

Thelema é uma "nova religião"?

 

Cara Soror ,

“Faze o que tu queres será o todo da Lei.”

“Você gostaria de descrever o seu sistema como uma nova religião?” Você, sem dúvida, supôs a questão pertinente; caso isso possa significar nada é é–é–é bem, é o que nós devemos tentar tornar claro.

Verdade, este é um lema da A∴A∴: “Método da ciência — o objetivo da religião.” Aqui a palavra “objetivo” e o contexto ajudam na definição; isto tem que significar a consecução de Conhecimento e Poder nas questões espirituais — ou palavras para este efeito: tão logo alguém seleciona a frase, alguém começa a abrir buracos nela! Já que nós dois sabemos todo o tempo, perfeitamente bem, o que nós queremos dizer.

Mas, certamente, este não é o senso da palavra em sua questão. Nossas mentes devem clarear, como tem freqüentemente acontecido, se nós examinarmos isto através das lentes do querido e velho Skeat.

Religião, ele diz, em Latin: religio, piedade. Coletando ou prestando atenção a: religens como oposto a negligens, negligenciando; a atitude de Gallio. Mas isto também implica num sujeitar conjunto, i.e., de idéias; de fato, o “corpo da doutrina”. Não uma expressão ruim. Religião então, é mais ou menos um conjunto de crenças coerente e consistente, com preceitos e proibições deduzidas disto. Mas então lá está o senso no qual Frazer (e Eu) freqüentemente usamos a palavra: como em oposição à “ciência” ou à “Magia”. O ponto aqui é que pessoas religiosas atribuem os fenômenos a uma Existência ou Existências postuladas, aplacáveis ou movíveis pela virtude do sacrifício, devoção, ou apelo. Contra tal, a mente mágica ou científica acredita nas Leis da Natureza, concorda que “Se A, então B” — se você faz “assim ou assado”, o resultado vai ser “assim ou assado”, afastadas as interferências arbitrárias. É alegado que Joshua, fez o sol ficar parado por súplica, Hezekiah do mesmo modo fez com que este “retorna-se ao disco de Ahaz”; Willett fez isto colocando o relógio ao contrário, e pegando um Ato do Parlamento para confirmar sua loucura. Petruchio, também “Para que isto seja um relógio eu digo isto é!”. Os dois últimos chegaram próximos do método mágico; ao menos, ao ramo deste que consiste em “enganar as pessoas todo o tempo”. Mas tal operação, se a verdadeira magick fosse empregada, poderia ser além do poder de qualquer magista de meu conhecimento; pois esta poderia bagunçar o sistema solar completamente. (Você lembra como isto aconteceu, e o que veio disto, em uma estória até certo ponto inteligente por H.G. Wells.) Pois verdadeira Magick significa “utilizar um conjunto de forças naturais com vantagem mecânica contra um outro conjunto” — Eu cito, tão próximo quanto a memória serve, Thomas Henry Huxley, quando ele explica que quando ele levanta seu jarro de água — ou seu cotovelo — ele não “desafia Lei da Gravitação.” Pelo contrário, ele usa esta Lei; esta equação forma parte do sistema pelo qual ele eleva a jarra sem derramar a água.

Para sintetizar, nosso sistema é uma religião tanto quanto uma religião signifique um reunir entusiástico de uma série de doutrinas, nenhuma das quais deva de nenhum modo chocar–se com a Ciência e a Magick.

Chame isto de uma nova religião, então, se isto tanto agrada a sua Majestade Graciosa; mas eu confesso que falho em ver o que você irá ganhar fazendo assim, e eu me sinto inclinado a adicionar que você pode facilmente causar bastante mal entendidos, e trabalhar até certo ponto uma travessura estúpida.

A palavra não surge no Livro da Lei.

“Amor é a lei, amor sob vontade.”

Seu fraternalmente,
666