MULHER

E por que Deus me fez mulher
eu fui proibida de pensar
E por que Deus me deu uma vagina em vez de um pênis
eu fui proibida de me tocar
E por que Deus me deu formas curvilíneas
eu fui chamada pecado
E por que do meu peito saíram formas arredondadas
eu fui chamada sedução
E por que Deus me presenteou com a doçura
eu fui chamada submissão
E por que Deus me criou do fogo que nunca cessa
eu fui chamada fogo infernal
E por que dentre as minhas pernas Deus fez emanar perfumes
eu fui chamada de perdição.

E por que Eu penso,
E por que Eu me toco e gozo,
E por que Eu acentuo as minhas curvas num doce balanço
E por que Eu exponho meus arredondados seios
experimentando minha própria sedução
E por que eu sou doce em minha imensa rebeldia
E por que eu ouso arder no fogo infernal
E por que eu usufruo dos fluídos do meu corpo
Por tudo isso, por que eu sou o que sou,
me chamam MULHER.


Autora: O. Naob