Magick

O sistema de magia Thelêmico

 

Magick é o sistema de magia desenvolvido por Crowley a partir dos princípios da Lei de Thelema. Sua definição clássica é: "a Ciência e a Arte de causar Mudança em conformidade com a Vontade". Ainda nas palavras de Crowley:

Magia é uma das mais sutis e difíceis ciências e artes. Há mais oportunidade para erros de compreensão, julgamento e prática que em qualquer outro ramo da física. É, acima de tudo, necessário que o estudante esteja munido de conhecimento científico, apreensão compreensiva e bom senso.
(The Confessions of Aleister Crowley, cap. 20).

Magick é o gerenciamento de tudo aquilo que falamos e fazemos, de modo a que o efeito é mudar aquela parte do ambiente que nos desagrada até que isto pare de nos desagradar. Nós “remodelamos isto para algo o mais próximo possível do desejo do coração”. O método investigativo, empírico e científico de Magick está embasado na filosofia cunhada por Crowley como "Iluminismo Científico", sumarizada pelo lema: "O Método da Ciência, o Objetivo da Religião". A consecução espiritual não é vista como um sonho abstrato, mas como uma possibilidade do esforço genuíno e de um sistema coerente de práticas.

Da mesma forma, a Magia é redimida do campo da superstição ou fuga da realidade e assume um caráter prático para o "Banqueiro, o Pugilista, o Biólogo, o Poeta [...] desenvolverem a si mesmos perfeitamente, cada um na sua própria função" (Liber ABA, p. 125). Os teoremas de Magick, passíveis de aplicação por todo indivíduo, elencam, por exemplo, que "todo ato intencional é um Ato Mágico" e que "um homem cuja vontade consciente esteja em desacordo com sua Verdadeira Vontade está desperdiçando sua força. Ele não pode esperar influenciar seu ambiente com eficiência" (Liber ABA, p. 128).

Magick, portanto, articula uma proposta de autoconhecimento pautada pela descoberta da Verdadeira Vontade com a utilização dos melhores recursos para realizar essa Vontade no mundo. Aquele que o faz, por sua vez, "tem a inércia do Universo para ajudá-lo" (Liber ABA, p. 128).

As próprias cerimônias mágickas são meras tentativas, organizadas e concentradas, de impor a nossa Vontade sobre certas partes do Cosmos. Elas são apenas casos particulares da lei geral. Mas tudo aquilo que dizemos e fazemos, mesmo que casual, adiciona mais, muito mais, do que a nossa mais vigorosa Operação. “Cuide dos centavos e as Libras cuidarão de si mesmas”. O seu gotejar diário enche um balde maior do que do que o seu gêiser de esforços mágicos. Os “noventa e nove que repousam a salvo no abrigo da dobra” não possuem nenhuma vontade organizada; e o seu caráter, construído por suas palavras e ações, é apenas um monte de lixo.

Já que Magick inclui toda mudança do mundo de acordo com a Vontade, Crowley elencou uma série de métodos de conhecimento e aplicação dessa Vontade, que vão desde a meditação e práticas de Yoga, até técnicas como evocações, invocações e diversas cerimônias. Esse repertório pode ser lido como ferramentas para uma ampla realização da natureza humana, uma vez que explorar a natureza e os poderes do próprio ser:

[...] inclui tudo o que é, ou possa ser, para você: e você deve aceitar toda coisa exatamente como é em si mesma, como um dos fatores que vão compor o seu Ser Verdadeiro. Esse Ser Verdadeiro, assim, finalmente inclui todas as coisas; sua descoberta é Iniciação (a viagem para dentro) [...]
(Dever)

Podemos, portanto, entender Magick como uma proposta moderna que pretende unir espiritualidade e ciência, antes cindidas, na promessa de realização integral do ser humano, tornando-o mais consciente de si mesmo e de suas relações com o Universo.

Lembre-se, contudo, que a menos que você conheça o que é a sua verdadeira vontade você pode estar devotando as mais louváveis energias para destruir a si mesmo. Lembre-se de que cada palavra e ação é uma testemunha para o pensamento, que, portanto, a sua mente deve estar perfeitamente organizada, sua única função sendo a interpretação das circunstâncias em termos da Vontade, de modo a que, a fala e a ação possam ser corretamente direcionadas para expressar a Vontade de modo apropriado para a ocasião. Lembre-se que toda a palavra ou ação que não é uma expressão exata da sua Vontade se volta contra esta, indiferença pior do que hostilidade. Seu inimigo ao menos está interessado em você: você pode fazer dele um amigo como você nunca poderia fazer com um neutro. Lembre-se de que Magick é a Arte da vida, portanto, de causar mudanças de acordo com a Vontade; a sua lei é “amor sob vontade”, e todos os seus momentos são um ato de amor.

Lembre-se de que todo ato de “amor sob vontade” é legítimo como tal; mas que quando qualquer ato não é direcionado para Nuit, que é aqui o resultado inevitável do trabalho inteiro, o ato é desperdiçado e provoca conflitos dentro de ti, de modo a que “o reino de de Deus dentro de você” sofre de guerra civil. Para o iniciante eu aconselharia este programa:

  1. Nutra a sua mente com o máximo de conhecimento possível a respeito de como inspeciona-la e controla-la.
  2. Treine o seu corpo a obedecer a sua mente e para não distrair a sua atenção.
  3. Controle a sua mente de modo a que ela se devote completamente à descoberta de sua Verdadeira Vontade.
  4. Explore o curso desta vontade até descobrir a sua fonte, seu Self Silencioso.
  5. Una a vontade consciente com a Verdadeira Vontade, e o Ego consciente com o Self Silencioso. Você tem que ser completamente implacável em descartar qualquer átomo de consciência que seja hostil ou neutro.
  6. Deixe este trabalho se libertar de dentro de você, mas não dê atenção ao seu ambiente, faça diferença entre uma coisa e outra. Qualquer que esta seja, é para ser tornada una com você através do Amor.