Cordão de Contas Thelêmico

Introdução

A utilização de um cordão de contas como auxílio em rituais repetitivos é bem conhecida em mais de uma tradição mística ou religiosa. Talvez os exemplos mais comuns disto sejam o rosário católico e o mala budista (também chamado de nenju). O simples ato de deslizar suas contas por entre os dedos auxilia não só na manutenção da contagem das orações ou dos mantras como também permite que se acrescente um elemento táctil na concentração. É dito também que a manipulação constante das contas confere a elas uma ligação espiritual ou mágica com seu dono, tornando o cordão em um talismã e uma arma mágica por si. O objetivo deste artigo é propor a criação de um cordão de contas ligado à tradição Thelêmica que possa ser utilizado em algumas práticas associadas ao Novo Eon.

Para que este objetivo seja concretizado, não basta enfileirarmos contas em um cordão. É necessário também atentarmos para a simbologia própria de Thelema, em termos de símbolos, materiais e números. Obviamente a forma de construção de um Cordão Telêmico aqui descrita segue um padrão ideal. Porém a filosofia de Thelema possui como característica uma extrema flexibilidade de modo que deve-se considerar o aqui colocado como uma sugestão a ser modificada segundo as necessidades e idéias daquele que for construir o seu Cordão.

Construção — Modelo grande

Material Necessário

  • 380 contas pequenas. Podem ser esferas ou discos. Idealmente de madeira de roseira, freixo ou amendoeira.
  • 36 contas grandes. seguem as mesmas recomendações das contas pequenas mas devem ser, pelo menos, duas vezes maiores.
  • 1 medalhão. Pode ser um Hexagrama Unicursal, uma Marca da Besta, uma Estrela de Babalon, um triângulo equilátero vermelho (símbolo de Hórus) ou símbolo semelhante.
  • 1 pingente. Segue as mesmas recomendações do medalhão podendo ainda ser uma cruz equilátera ou um Olho de Hórus. Utilize um símbolo diferente do utilizado para o medalhão.
  • Fio de algodão.
  • Cola forte (tipo “super-bonder”)

Modo de Fazer

  1. Faça três pequenos orifícios no medalhão, nas posições dos vértices de um triângulo (não necessariamente equilátero). Dois furos ficam na parte de cima, um na parte de baixo.
  2. Com um nó forte, prenda uma ponta do fio de algodão em um dos furos superiores do medalhão. Coloque um pingo de cola forte sobre o nó para fixar melhor.
  3. Coloque 10 contas pequenas enfileiradas no cordão, seguidas de uma conta grande. Repita esta operação até completar uma seqüência de nove conjuntos de contas pequenas/conta grande. Coloque mais 10 contas pequenas no cordão.
  4. Passe o fio pelo outro furo na parte superior do medalhão. Puxe-o até que as contas fiquem junto ao medalhão. Dê um nó e coloque uma gota de cola. Corte o fio que estiver sobrando.
  5. No furo de baixo do medalhão prenda uma ponta do fio de algodão. Dê um nó e coloque uma gota de cola.
  6. Enfie pelo cordão 10 contas pequenas.
  7. Faça um furo na parte de cima do pingente. Passe o fio de algodão por ele, puxe para juntar as contas a ele. Dê um nó para prender e coloque uma gota de cola.

O resutado é um cordão com uma volta contendo 37 conjuntos de 10 contas pequenas seguidas de uma conta grande ou do medalhão (totalizando 37 grupos de 11) e um cordão solto com mais um grupo de 10 contas pequenas e o pingente (outro grupo de 11). O total disso são 30 grupos de 11, que totalizam 418 partes.

Construção — Modelo pequeno

Material

  • 110 contas pequenas
  • 9 contas grandes
  • 1 medalhão
  • 1 pingente

Modo de Fazer

Siga os mesmos procedimentos descritos para o modelo grande porém o laço deverá ficar com oito grupos de 10 contas pequenas separados por oito contas grandes e o cordão solto deverá ter três grupos de 10 contas pequenas separados por uma duas grandes.

O modelo pequeno tem 11 seqüências de grupos de 10, totalizando 121 partes. Para seu uso igualar-se ao do modelo completo, as operações realizadas no laço deverão ser repetidas quatro vezes antes de se utilizar o cordão pendente.

Utilização

Seguem aqui algumas sugestões de operações que podem ser realizadas com o Cordão Thelêmico.

Invocação a Hórus

  1. Contas pequenas: Liber AL, Cap. III, vers. 37
  2. Contas grandes: Liber AL, Cap. III, vers. 38

Invocação a Nuit

  1. Contas pequenas: Liber AL, Cap. I, vers. 14
  2. Contas grandes: Liber AL, Cap. I, vers. 65
  3. Medalhão: Liber AL, Cap. I, vers. 63
  4. Pingente: Liber AL, Cap. I, vers. 53

Mantralização

  1. Contas pequenas: “A ka dua Tuf ur biu bi a’a chefu Dudu nur af an nuteru”
  2. Contas grandes: “AUMGN — AUMGN — AUMGN”
  3. Medalhão: “Thelema”
  4. Pingente: “Agape”

Lei de Thelema

  1. Contas pequenas: “Faze o que tu queres será o todo da Lei. Amor é a lei, amor sob vontade.”
  2. Contas grandes: “Tu não tens direito de fazer senão tua vontade”

Não Nascido

  1. Contas do Laço:
    1. A Ti eu invoco, o Não Nascido.
    2. A Ti, que criaste a Terra e o Céu.
    3. A Ti, que criaste a Noite e o Dia.
    4. A Ti, que criaste as Trevas e a Luz.
    5. Tu és ASAR UNONEFEROneeeer: A quem nenhum homem jamais viu.
    6. Tu és IA-BESZ.
    7. Tu és IAO APOPHRASZ.
    8. Tu tens distinguido entre o Justo e o Injusto.
    9. Tu que fizeste a Fêmea e o Macho.
    10. Tu que produziste a Semente e o Fruto.
    11. Tu que formaste os Homens para amarem uns aos outros, e para odiarem uns aos outros.
  2. Medalhão:
    1. Eu sou ANKH-F-N-KHONSU teu profeta, a Quem Tu confiastes Teus Mistérios, as cerimônias de KHEM. Tu que produziste o úmido e o seco, e aquilo que nutre toda Vida criada. Ouve-me Tu, pois eu sou o anjo de PTAH-APOPHRASZORA: este é Teu Verdadeiro Nome, entregue aos profetas de KHEM.
  3. Contas do Pendante:
    1. Eu sou Ele! O Espírito Não Nascido!
    2. Tendo desejo nos pés: Forte, e o Fogo Imortal!
    3. Eu sou Ele! A Verdade!
    4. Eu sou Ele! Quem odeia que a maldade seja feita no Mundo!
    5. Eu sou Ele, que relampeia e troveja!
    6. Eu sou Ele, de quem é o temporal de Vida da Terra!
    7. Eu sou Ele, cuja boca sempre flameja!
    8. Eu sou Ele, o Procriador e Manifestador para a Luz!
    9. Eu sou Ele, a Graça do Mundo!
    10. “O Coração Cingido com a Serpente” é Meu Nome!
  4. Pingente:
    1. Que assim seja!

Chamado do Eon

  1. Contas pequenas do laço:
    1. Tu — Criança!
    2. Teu nome é sagrado.
    3. Teu Reino se aproxima.
    4. Tua Vontade está feita.
    5. Aqui está o Pão.
    6. Aqui está o Sangue.
    7. Conduz-nos através da Tentação.
    8. Guia-nos através do Bem e do Mal.
    9. Seja tão Minha quanto Tua a Corôa do Reino, mesmo agora.
    10. ABRAHADABRA
  2. Contas grandes do laço:
    1. Silêncio de Harpocrates
  3. Contas pequenas do pendante:
    1. O Discurso no Silêncio.
    2. As Palavras contra o Filho da Noite.
    3. A Voz de Tahuti no Universo, na Presença do Eterno.
    4. As Formulas do Conhecimento.
    5. A Sabedoria do Respirar.
    6. A Raiz da Vibração.
    7. O Sacudir do Invisível.
    8. O Rolar Aparte da Escuridão.
    9. O Aproximar Visível da Matéria.
    10. O Perfurar das Escamas do Crocodilo.
  4. Pingente
    1. O Atravessar da Luz!
//]]>