A Arte da Vida

Agora, mais um ponto sobre o obeah e o wanga, o ato e a palavra da Magick.

Magick é a arte de causar mudanças no fenômeno existente. Esta definição inclui erguer os mortos, enfeitiçar o gado, fazer chuva, conseguir bens, fascinar juizes e todo o resto do programa. Bom: mas isto também inclui qualquer ato que seja? Sim; foi minha intenção que assim seja. Não é possível proferir palavra ou fazer algo sem produzir o exato efeito próprio e necessário a isto. Assim, Magick é a própria Arte da Vida.

Magick é o gerenciamento de tudo o que nós dizemos e fazemos, de forma que o efeito seja mudar esta parte de nosso ambiente que não nos satisfaz, até que o deixe de fazer. Nós o “remodelamos próximo ao Desejo do Coração.”

As cerimônias mágickas propriamente ditas são apenas tentativas organizadas e concentradas de impor nossa Vontade em certas partes do Cosmos. Elas são apenas casos particulares da lei geral.

Mas tudo o que nós dizemos e fazemos, mesmo que casualmente, adiciona mais, muito mais, do que nossa mais tenazes Operações. “Cuide dos centavos, e os Reais cuidarão de si mesmos.” Seu gotejar diário enche um balde maior do que seus geisers de esforço mágicko.

Lembrem-se também, que, a menos que vocês conheçam o que a sua verdadeira Vontade é, vocês podem estar devotando as mais louváveis energias para destruir a si mesmos. Lembrem-se de que cada palavra e ato é uma testemunha a considerar, que, portanto, sua mente deve estar perfeitamente organizada, seu único dever sendo interpretar as circunstancias em termos da Vontade, para que a fala e a ação possam ser corretamente direcionadas para expressar a Vontade de acordo com a ocasião. Lembrem-se que toda palavra e ato que não são uma definitiva expressão da sua Vontade contam contra ela, e a indiferença é pior do que a hostilidade. Seu inimigo ao menos está interessado em você: você pode torná-lo seu amigo como nunca poderia fazer com um neutro. Lembrem-se que Magick é a Arte da Vida, portanto, de causar mudança de acordo com a Vontade; portanto, sua lei é “amor sob vontade”, e seu próprio movimento é um ato de amor.

Lembrem-se que todo ato de “amor sob vontade” é legítimo como tal; mas quando qualquer ato não é direcionado a Nuit, que é aqui o inevitável resultado do trabalho todo, este ato é desperdício, e gera conflito dentro de você, de forma que “o reino de Deus que está dentro de você” é despedaçado pela guerra civil.

Para o iniciante eu ofereceria este programa:

  1. Abasteça sua mente o mais completamente possível com o conhecimento sobre como inspecioná-la e controlá-la.
  2. Treine seu corpo para obedecer à sua mente, e não distrair sua atenção.
  3. Controle sua mente para devotar-se totalmente à descoberta da sua verdadeira Vontade.
  4. Explore o curso desta Vontade até você alcançar sua fonte, seu Eu Silencioso.
  5. Una a vontade consciente com a verdadeira Vontade, e o Ego consciente com o Eu silencioso. Você deve ser completamente impiedoso ao descartar qualquer átomo de consciência que seja hostil ou neutro.
  6. Deixe que isto opere livremente a partir de dentro, mas não dê atenção ao seu ambiente, para que não faça diferença entre uma coisa ou outra. O que quer que seja, é para ser feito um com você por Amor.

Autor: Aleister Crowley

//]]>