A O.T.O.

Lamen da OTO, pintura de Crowley
Lamen da OTO, pintura de Crowley

As letras O.T.O. significam Ordo Templi Orientis, a Ordem dos Templários Orientais ou a Ordem do Templo do Oriente. O Objetivo da O.T.O. é auxiliar o indivíduo na conquista de sua liberdade pessoal e  colaborar na formação de uma sociedade onde esta liberdade esteja assegurada. A liberdade defendida pela O.T.O. tem como pilares a Sabedoria, o Entendimento,  a Beleza e a Coragem, que são os princípios da Fraternidade Universal.

Adotamos como livro sagrado “O Livro da Lei” que anuncia o Aeon de Horus e promulga a filosofia de Thelema.

Somos uma Ordem ocultista de cunho mágico-sexual e alcançamos nossos objetivos através de ritos iniciáticos e eclesiásticos, bem como através de instruções que abrangem temas alquímicos, filosóficos, mágicos e místicos, tendo como norte a ampliação da consciência. Realizamos também eventos culturais e sociais para o estímulo intelectual dos membros e estreitamento de laços fraternos.

Primeiro Lamen da O.T.O. desenhado por T. Reuss
Primeiro Lamen da O.T.O. desenhado por T. Reuss

A Ordo Templi Orientis foi fundada por Carl Kellner e Theodore Reuss e tem início com a publicação de seu manifesto no jornal “The Oriflame” em 1903.

Inicialmente foi estabelecida como uma Academia Maçônica baseada nos ritos Antigo e Primitivo de Memphis, Antigo Oriental de Mizraim, Escocês Antigo e Aceito, de Swedenborg e Escocês de Cernau, destinada ao ensino da chave de Kellner para o simbolismo maçônico bem como as doutrinas rosacrucianas. Esta deveria ser uma Academia tanto para homens quanto para mulheres que buscassem este conhecimento.

Em 1908, tendo recebido das mãos de Gérard Encausse (Papus) a consagração episcopal e a autoridade primal dentro da Églaise Catholique Gnostique, Reuss incorpora à O.T.O. o que viria a ser a base da futura Ecclesia Gnostica Catholica.

Em 1921, com a morte de Reuss, Aleister Crowley assumiu o comando da Ordo Templi Orientis e reestruturou a Ordem totalmente de acordo com a filosofia de Thelema. Da mesma forma, a Igreja Gnóstica foi reformulada tendo em vista o mesmo objetivo, passando a ter como seu principal rito a Missa Gnóstica – Liber XV, de Crowley.

Em 1947 morreu Aleister Crowley e seu discípulo na Astrum Argentum, Karl Germer, assumiu a liderança da O.T.O. Germer concentrou sua liderança na divulgação do trabalho escrito de Crowley, inclusive com pesquisa de muitos textos espalhados pelo mundo, concretizando a importante função de compilar e publicar importantes ensinamentos do Profeta do Novo Eon.

Germer morreu em 1962, sendo sucedido na liderança por McMurtry, discípulo direto de Crowley.

A liderança de McMurtry estendeu-se até sua morte em 1985, período no qual enfrentou duras lutas, inclusive judiciais, contra várias pessoas que não reconheciem seu direito à liderança, inclusive contra o brasileiro Marcelo R. Motta. Estas lutas serviram apenas para comprovar legalmente a validade da continuidade de nossa linha sucessória.

Com a morte de McMurtry, sucedeu-o nosso atual Frater Superior, Hymenaeus Beta.

//]]>